Bacará Ao Vivo

Eleições

Direita vence em 16 dos 19 estados do Uruguai; esquerda mantém governo de Montevidéu

A Frente Amplia, coalizão que governou o país entre 2005 e 2020, manteve favoritismo em três estados uruguaios

Bacará Ao Vivo | Caracas (Venezuela) |

Ouça o áudio:

Carolina Cosse, governadora de Montevidéu eleita pela Frente Ampla, durante votação no domingo (27) - Reprodução

No último domingo, 27, o Uruguai celebrou eleições estaduais. O resultadodeu a vitória do Partido Nacional, do atual presidente Luis Lacalle Pou, em 15 das 19 regiões do país. No entanto, a coalizão de esquerda, Frente Ampla, manteve seu favoritismo na capital e pela sétima vez consecutiva venceu a disputa pelo governo de Montevidéu. O Partido Colorado, também de direita, venceu em Rivera.

Continua após publicidade

O processo estava previsto inicialmente para o dia 10 de maio, mas foi adiado por conta da pandemia. O Uruguai registra 1998 infectados pela covid-19 e apenas 47 falecidos – a menor cifra na América Latina

Continua após publicidade

Cerca de 2,6 milhões de cidadãos foram convocados a votar. Em números absolutos, o resultado eleitoral, com mais de 60% de participação, foi negativo para o campo da esquerda, já que os "brancos" (Partido Nacional) se impuseram na maioria dos estados, incluídas regiões historicamente favoráveis ao partido de Mujica, como Rocha, na fronteira com Brasil.

Alguns casos são emblemáticos. Mesmo com denúncias de nepotismo, Pablo Caram, do partido Nacional, foi reeleito para comandar o estado de Artigas, um dos maiores centros econômicos do país. Em Colônia, fronteira com a Argentina, Carlos Moreira, ganhou por quarta vez, com 33,52% da votação. Apesar de estar envolvido em escândalos de corrupção, depois que áudios divulgados, revelaram sua disposição a manter estágios de trabalho no seu gabinete, em troca de favores sexuais.

Já em Durazno, Carmelo Vidalín começará seu quarto mandato consecutivo e em Maldonado, Enrique Antía começará sua terceira gestão.

O partido Colorado, também da direita tradicional uruguaia, assumiu o departamento de Rivera, que também compartilha fronteira com território brasileiro. 


A governadora de Montevidéu, eleita pela Frente Ampla, Carolina Cosse se reuniu nessa segunda-feira (28) com o ex-presidente Tabaré Vásquez (2005-10 e 2015-2020) para definir prioridades da sua gestão. / Reprodução

Por outro lado, a Frente Ampla, que governou o Uruguai nos últimos 15 anos, permanecerá à frente da gestão dos estados de Canelones, Salto e Montevideo. 

A engenheira e ex-ministra da Indústria, Carolina Cosse, eleita para comandar Montevidéu com 53,3% da votação, afirmou que a prioridade da sua gestão será criar um plano emergencial contra a covid-19. 

Também propôs formar um governo de unidade da Frente Ampla, que reúne 10 agrupações políticas, entre elas o partido Comunista. "Vamos enfrentar, a partir de Montevidéu, o programa restaurador", declarou Cosse, fazendo menção à Lei de Urgente Consideração, proposta por Lacalle Pou, que deve alterar mais de 500 artigos da constituição do país. 

Já em Canelones, Yamandú Orsi foi reeleito com 51,44% dos votos, despontando como possível candidato da Frente Ampla às presidenciais de 2024.

Citando um poema de Idea Vilariño, o prefeito da Frente Ampla sinalizou para o diálogo. "Como o vento que arrasa vai arrasando. Como a água limpa vem limpando. Com essa força quero que me acompanhes a construir pontes, porque com todos os orientais de boa vontade, há esperança", finalizou

Edição: Rodrigo Chagas


Bacará Ao Vivo Mapa do site

1234